Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Próximo Curso de Capacitação Snoezelen/MSE em Curitiba ()
...............................
Vem aí! 2ª Jornada Brasileira de Estimulação Multisensorial Snoezelen/MSE ()
...............................
Técnica nova estimula crianças especiais ()
...............................
II Seminário de Estimulação Multissensorial ()
...............................
WORKSHOP SNOEZELEN/MSE AMCIP 2014 ()
...............................
MUITA EMOÇÃO PERANTE O SONHO REALIZADO! ()
...............................
DEPOIMENTOS EMOCIONANTES ()
...............................

 

 

 

 

 

 

 

 

 

HISTÓRICO DO SNOEZELEN

Por volta de 1980, JAN HULSEGGE e AD VERHEUL em suas publicações: Snolen Another Wold relatam seus conhecimentos sobre atividades terapêuticas, afirmando que nada é completo, fechado dentro das ações terapêuticas.

Relata suas idéias de não direcionamento das ações, e que o cliente seja o ator de seu progresso fazendo suas próprias ações. Afirmando que as pessoas são responsáveis pela suas performances, não se libertando as rotinas, e fugindo de diagnósticos limitados. Devem reagir e responder em seu novo mundo sensorial.

É inegável, afirma, que a sensibilidade se apropria do saber em uma atmosfera segura, encorajadora, livre, onde os sentidos sejam estimulados e despertados. Pelo prazer com as atividades as pessoas se envolvem e se modificam.

Hoje essa filosofia é enriquecida com a evolução da tecnologia, que oferece material rico, vasto, moderno, estimulador. Eles são usados para estimular, relaxar, acalmar, energisar bem como promover experiências multisensoriais. Esse enriquecimento se produz com auxílio de luzes, atmosfera colorida, cheiros, texturas, sons, etc. Eles fascinam.

Desde 1970, o SNOEZELEN é usado na Holanda. Foi testado com crianças com atraso no desenvolvimento. O sucesso do método levou a UK, a elaborar e investir num vasto campo de material e produtos especializados na ação com clientes, a ex da Flaghouse.

Em 1991, instalou-se na Dinamarca e em 1992 foi levado à Inglaterra, e instalado o CENTRO SNOEZELEN no Hospital WHITTING HALL, uma Instituição para crianças com deficiências intelectuais, projeto esse apoiado em sua instalação pelo Rotary Internacional.
A metodologia SNOEZELEN começava ser aplicada e expandida na Europa. Em 1993 na Suécia, a Casa de BALDER implantou a metodologia, que com o tempo passou a fazer parte do programa da Escola Especial Balden Huss.

Nos Estados Unidos está ligado a ROMPA e Flaghouse. Outra corrente nasceu nos Estados Unidos, o MSE - Multi Sensory Environments (ambientes multisensoriais) que está sendo e disseminado pela Hidden Angel Foudation.

No Brasil, o SNOEZELEN foi trazido em 2005 pela AMCIP, em Curitiba, no Paraná e em 2007 buscou aprimoramento em Colorado Spring do MSE.

HISTÓRICO NA AMCIP

EM 2003 a AMCIP teve seu primeiro contato com a sala SNOEZELEN, em Orlando/ Florida-USA, onde não só presenciaram sessões com crianças em surto, como também receberam vários materiais ligados a sala que lhes permitiu durante o ano de 2004, estudarem e contatarem como outros países seguidores do sala, entre eles Canadá-Quebec/ Toronto/Montreal, bem como nos Estados Unidos na cidade de Orlando.

A troca de e-mail permitiu que abríssemos um campo de aprofundamento na sala SNOEZELEN, e principalmente contatássemos com as indústrias produtoras do material.
Implantamos o Projeto Piloto, equipando com recursos visuais, auditivos, táteis e olfativos. Preparamos uma equipe da AMCIP que assumiria a responsabilidade técnica do projeto, a fundamentação e a parte didática operacional.

Em setembro de 2005 fomos à Holanda, na 1ª Conferência Mundial do SNOEZELEN, onde buscamos oficialização da sala no Brasil, e contatamos com todos os países aplicadores da sala.

Em 2006 por volta de 30 crianças foram atendidas com as mais diversas patologias, a fim de vivência com a sala. Em maio de 2007, participamos da Especialização na sala MSE em Colorado Spring / Estados Unidos, a fim de trabalhar dentro da sala SNOEZELEN.

Em 2007 foi realizada primeira capacitação para os Estados do Paraná e Santa Catarina no Método Snoezelen / MSE . Em 2009, foi realizada uma capacitação para o Estado de São Paulo e mais 3 salas no Estado do Paraná. Estamos atualmente em 07 Estados Brasileiros, Paraná, São Paulo, Santa Catarina, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais e um internacional em Trujillo, no Peru.

O Centro SNOEZELEN/MSE apresentou a experiência brasileira em dois momentos em 2010, no Congresso Internacional de Pediatria e em Buenos Aires no Simpósio Latino Americano de Estimulação Sensorial-SNOEZELEN.

Em 2011 apresentou a experiência brasileira no seminário internacional do ISNA em Paris e em 2013, no Congresso Internacional de Estimulação Multisensorial em Buenos Aires, promovido pelo ISNA (International Snoezelen Association). A apresentação foi proferida pelas representantes do Brasil Marisa A.P. Sella, Anelise Pires, Pamela Sarria e Cristiane Ribas.
Outros participantes Marileuza Assunção e Ivete Stelter.

Nos dias 02 e 03 de Outubro de 2015 foi realizada a 1ª Jornada Brasileira de Estimulação Multisensorial Snoezelen/MSE, no Auditório John Henry Newman da PUCPR, em Curitiba. O objetivo deste evento foi divulgar a metodologia para profissionais da saúde, educação e universitários, através de estudos de caso dentro da sala. Dois nomes internacionais abrilhantaram a Jornada, Dra. Luciana Loureiro (USA) e Sra. Ana Maria Galli (ARG). Também estiveram participando como palestrantes, os profissionais disseminadores dos Estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais.

Em de Outubro de 2017 foi realizada a 2ª Jornada Brasileira de Estimulação Multisensorial Snoezelen/MSE, no Auditório do Obeid Plaza Hotal, em Bauru/SP. O tema desta Jornada foi: Descobrindo a Essencia do Ser Humano Através dos Sentidos. O objetivo deste evento foi divulgar a metodologia para profissionais da saúde, educação e universitários, através de estudos de caso dentro da sala. Estiveram presentes profissionais disseminadores dos Estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, e Minas Gerais e também a Sra. Ana Maria Galli, da Argentina.